expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass' oncontextmenu='return false' ondragstart='return false' onkeydown='return checartecla(event)' onselectstart='return false'>

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Review/Comentário 5x02 - Whirly Girl

Review

O episódio começa com as meninas chegando em Rosewood. Após descerem do ônibus, as cinco combinam a explicação que Alison vai dar para a polícia sobre sua falsa morte. Aconselhadas por Spencer, as meninas concordam em contar tudo desde o começo para que o final faça sentido. Na delegacia, diante de Holbrook, Alison dá a sua versão dos fatos, ignorando qualquer promessa feita minutos antes. Alison fala para Holbrook que foi sequestrada e mantida em cativeiro durante dois anos. Segundo Alison, ela passou esses dois anos com uma venda nos olhos, impedida de ver quem era o sequestrador. Ela apenas o conhecia pela voz. Como explicação para sua fuga, Alison diz que pulou do carro, mesmo vendada, caindo várias vezes em contradição com as informações que a polícia tem sobre os últimos passos delas. Holbrook mostra a foto de Alison com as meninas no quintal dos Hastings, questionando Alison qual o motivo dela ter preferido pedir ajuda as amigas do que a polícia ou a família. Alison responde que preferiu se esconder em uma cabana no meio da floresta e que as amigas salvaram sua vida. Quanto mais Holbrook questiona Alison, mais difícil fica para ela inventar respostas coerentes para sua versão da história, que nem ela mesma parece saber como evoluiu. Holbrook interrompe o interrogatório quando o sr. D. chega na delegacia para reencontrar a filha e levá-la de volta para casa.

A problemática família DiLaurentis

A volta de Alison coincide com o sumiço da sra. D. Pela primeira vez vimos a casa ser ocupada ao mesmo tempo por três membros da família, o que justifica a opção de Jason e a sra. D. de morarem sozinhos na casa após a morte de Alison. Dois DiLaurentis não cabem no mesmo lugar. Para o sr. D., Jason sabe onde a sra. D. está e, seja lá qual for o motivo dela estar se escondendo, Jason está a ajudando. Mais perturbado do que nunca, Jason foi um dos destaques do episódio, fazendo tudo e mais um pouco para que as meninas desconfiem que ele está envolvido na morte da irmã e no sumiço da sra. D. 

As desconfianças começam quando Spencer e Emily, a noite, veem Jason jogando no lixo algumas coisas que estavam em seu carro. Na manhã seguinte, Spencer revira o lixo e encontra um saco de uma padaria de NY, prova mais do que suficiente de que Jason esteve no mesmo lugar que elas e ao mesmo tempo que elas. Curiosa, Spencer quer saber o motivo de Jason ter baixado em NY. Associando as respostas de Alison com os atritos entre a sra. D. e Spencer e a descoberta de um acordo entre os Hastings e os D., Emily concluiu que a única justificativa para a sra. D. encobrir a morte de uma filha era para proteger outro filho. A quase certeza de que Jason foi a pessoa que apedrejou Alison ganha status de certeza absoluta após uma rodada de troca de farpas disfarçada de perguntas entre Alison e Spencer. No meio dessa confusão, Alison recebe uma mensagem anônima falando sobre NY.

Seguindo a cartilha do suspeito número um, Jason faz pouco caso do retorno de Alison, dá chilique quando um cachorro resgatado pela sra. D. é entregue pelo serviço de resgate de cães, engrossa a voz para intimidar Emily e Hanna, assusta Spencer ao aparecer sentado em uma poltrona na penumbra e bate boca com o pai. Para o sr. D., Jason não apenas sabe onde está a sra. D., como sabe o motivo dela ter desaparecido do nada, além de estar dando cobertura para ela. Jason e o sr. D. não fazem a menor questão de disfarçarem que não se suportam. Diferente de Alison, que comove o pai. 

No quarto da filha, o sr. D. fala que nunca mais vai tirar os olhos dela, mostrando uma foto de Alison criança que ele guardou na carteira desde que ela sumiu. Obrigado a lidar com mil problemas ao mesmo tempo, o sr. D. se mostrou até calmo demais, pedindo ajuda de Ashley para tentar localizar a ex esposa. Na casa das Marin, o sr. D. pede para Ashley acessar os emails da sra. D. na tentativa de descobrir qualquer coisa. Ashley se dispõe a ajudar o máximo que puder, mas quem acaba descobrindo algo importante é Hanna, que xereta o computador da mãe e vê um email que a sra. D. escreveu no dia em que desapareceu, mas não enviou. Para um destinatário anônimo, a sra. D. comunica que não poderá mais acobertá-lo, acrescentando mais uma prova de que Jason é a pessoa de quem elas devem desconfiar. 

Na casa dos D., Emily ouve pai e filho discutirem. Jason diz que precisa ir até Philly na casa de um amigo para fazer não sei o que, causando revolta no pai, que acusa o filho de estar mentindo. O sr. D. pede para que Jason fale de uma vez que não existe amigo nenhum e que ele está indo se encontrar com a mãe. Jason mantém sua versão, cansado de tentar convencer o pai de que não sabe nada sobre a sra. D. A discussão é interrompida quando Emily aparece na sala, explicando que estava levando o cachorro para passear. Emily e Hanna seguem Jason até um lugar desconhecido, com cara de periferia, e esperam ele ir embora para saírem do carro e confirmar se era mesmo com a sra. D. que Jason encontrou. Antes que Emily possa tocar o interfone dos apartamentos, um velho surge diante dela e de Hanna, deixando as duas apavoradas. 

De volta aos Hastings/DiLaurentis, Aria, Hanna e Emily discutem enquanto Spencer confronta Jason, exigindo que ele explique o que foi fazer em NY. Jason não confirma nada para Spencer, perguntando se ela também acha que ele tem a ver com o sumiço da mãe. Qualquer dúvida sobre Jason saber o paradeiro da mãe é respondida com os latidos do cachorro adotado, que encontra o corpo da sra. D. enterrado em frente de sua própria casa. 

A misteriosa família Hastings

Veronica está sozinha em casa quando Spencer chega da delegacia, perguntando por Peter. Veronica diz que Peter e Melissa estão em Philly, no lugar onde encontraram o carro de Spencer, que se surpreende ao ouvir o nome de Melissa. Em uma atitude que espanta Spencer, Veronica diz que Melissa voltou de Londres trazendo apenas atitude e segredos. No dia seguinte, Toby aparece de surpresa nos Hastings contando que foi para Londres atrás de Melissa, que deveria estar na casa de Wren. Ao chegar em Londres, Toby deu de cara com Wren e apenas Wren, que disse que Melissa ficou hospedada em sua casa, mas tinha ido embora fazia tempo. 

O fantasma de Shana

Segundo Alison, um dos motivos para ela ter inventado a versão do sequestro foi a morte de Shana, que poderia prejudicar Aria, que foi se descontrolando ao longo do episódio. Assombrada pelo som de um violino, Aria, mesmo sabendo que a morte de Shana foi acidental, não conseguiu se convencer de que sua atitude não foi proposital. Aria revirou a internet a procura de notícias sobre a morte de Shana, organizou uma cabana na floresta para ser o suposto refúgio de Alison e tentou, de todas as maneiras, convencer as amigas que a mensagem que Alison recebeu era de -A. 

Se para Aria as coisas só pioraram, não podemos dizer o mesmo de Mike, que ganhou uma segunda chance de Mona, que aceitou o convite para jantar na casa dos Montgomery. Mike e Mona conversam no sofá quando Aria chega em casa. Mike devolve para Aria um IPod, explicando de maneira confusa o motivo de ter pego o aparelho da irmã. Mike vai para a cozinha deixando Mona e Aria sozinhas na sala, que logo é tomada por uma nuvem negra sobrecarregada de tensão. Mona e Aria trocam acusações, finalizadas com uma provocação de Mona sobre Ezra. 

Alison, a arrependida VS Mona, a desalmada

Vestindo um casaco com capuz preto, Alison segura uma flor diante de sua lápide no mausoléu e leva um susto quando Mona chega no local. Derramando algumas lágrimas, Alison fala que está ali para se despedir, lamentando a morte da garota enterrada em seu lugar, choramingando para Mona que não pode ser mais aquela pessoa e que sabe que Mona a odeia, mas que precisa dela como amiga. Mona, nem um pouco comovida, assume para Alison que foi ela quem enviou a mensagem falando sobre NY, fala que ela não tem mais motivos para se esconder ou se passar por outra pessoa, sentenciando que Alison vai desejar ter continuado morta. 

O episódio termina com uma das melhores sequências finais da série. Após o cachorro encontrar o corpo da sra. D., as meninas, Jason, o sr. D., Veronica, policiais e curiosos tomam conta do quintal dos D., andando de um lado para o outro. Aos poucos, cada um toma seu rumo, restando apenas Alison, parada em pé no quintal. 

Comentário

Conforme anunciado por Marlene, Whirly Girl seria a premiere da quinta temporada. Realmente foi e realmente deveria ter sido. Whirly Girl merecia ser o primeiro episódio da quinta temporada. Um episódio tenso e dramático, que destoou completamente do 5x01, fazendo EscApe From New York parecer um episódio avulso na temporada. Sabemos que ainda é muito cedo para fazer esse tipo de afirmação, mas é essa impressão que fica quando Whirly Girl termina; impressão que o 5x01 é um episódio que vimos faz tempo. Um dos principais motivos responsável por essa impressão é a diferença no ritmo entre os dois episódios. Enquanto o 5x01 focou no desfecho do encontro das meninas com Alison, que decidiu que estava na hora de dar respostas, o 5x02 seguiu a linha do tudo-ao-mesmo-tempo-agora ao criar questões em cima de questões que não foram respondidas, envolvendo todo tipo de assunto. Não que essa seja uma característica exclusiva de Whirly Girl quando comparada com as outras premieres; mas essa é a característica responsável por fazer do 5x02 uma premiere bem diferente das anteriores. 

Sempre comentamos que PLL responde perguntas com outras perguntas, nunca dando uma resposta definitiva para uma questão. No 5x02, não tivemos nenhuma resposta. As situações que movimentaram o episódio criaram mais dúvidas em cima de questões que não foram respondidas; questões que podem ser o fio condutor da temporada. No entanto, assim como sabemos que perguntas são respondidas com perguntas, sabemos que é muito grande a probabilidade de ignorarem mais da metade dessas tramas e optarem por duas ou três questões para tumultuarem cada fase, sendo apenas uma delas relevante. 

Na verdade, tivemos uma resposta no 5x02. Na sequência final, enquanto vimos o corpo da sra. D. no saco funerário, a tag BuriedSecrets apareceu na tela. Entendemos a tag como a confirmação de que, seja lá qual for a verdade sobre a noite em que Alison desapareceu, a sra. D. sempre soube o que aconteceu.

2 comentários:

  1. Descobri o blog hoje e estou adorando o conteúdo. ♥

    "Conforme anunciado por Marlene, Whirly Girl seria a premiere da quinta temporada. Realmente foi e realmente deveria ter sido."
    Não sabia disso e realmente seria bem mais digno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Allan, seria muito mais digno!!

      Excluir